Reflexões

Mudança na mente – Terapia

junho 8, 2017

Depois de “você não está mais na lowcarb?”, a pergunta que mais tenho recebido é esta: “Paulinha, o que te fez mudar tanto nesses últimos tempos? Não consigo me amar, amar meu corpo e nem me aceitar”.
Bom, primeiro acho que algo não ficou muito claro pelas coisas que ando lendo… Aceitação não significa que eu não quero promover alguma mudança em meu corpo, e nem que eu não me chateie com minhas roupas apertadas.
Não fazer dietas restritas não significa que toda noite eu sento no sofá, como hambúrguer com coca cola e brigadeiro de sobremesa.

Uai, mas então o que mudou?
A minha mente! Eu não olho mais o meu corpo com ódio que olhava antes, eu não sigo uma alimentação que me faz sofrer. Eu não acho que só serei feliz quando meu corpo estiver de “tal” jeito. Porque eu descobri que sou feliz agora. Que sou linda e saudável. Que eu posso mudar sim, mas por amor à mim e às minhas vontades, e não por qualquer outro sentimento.
Passei por um processo profundo de autoconhecimento, a terapia tem me direcionado e sem ela certamente eu estaria perdida de tanto olhar para fora e esquecer de enxergar o que tenho aqui dentro. E a cada dia que passa me conheço mais, me respeito mais, e me trato com mais carinho.

Engordei? Sim, engordei! Fez parte do meu processo, tive sim a fase do “foda-se vou ser feliz”, pra descobrir que não é a comida que me traz felicidade. Precisei passar por muita coisa pra definitivamente entender o que aconteceu comigo. E eu, você, qualquer pessoa nesse mundo tem direito de mudar quantas vezes forem necessárias até se encontrar.

Aos poucos tenho conseguido direcionar minha alimentação pra que a comida não me controle mais… Relutei muito em aceitar que tudo começa pela mente, fugia da terapia igual o diabo foge da cruz, mas percebi que se não tratasse minha saúde mental, iria patinar nessa até morrer.
Agora, apesar de saber que ainda tenho muita terapia pela frente, eu me sinto bem mais próxima de ser quem eu quero ser. Tanto por dentro como por fora! 


Geral

Dieta para segunda-feira

maio 22, 2017

E se hoje, ao invés de começar a tradicional dieta da segunda-feira, ao invés de se punir por ter comido bastante, e de se culpar por não ter “força de vontade” e nem “foco, força e fé”, você pensasse que a partir desse instante, vai procurar ser mais generosa consigo mesma e começar a olhar para o seu corpo de uma forma mais amorosa?
Ao invés de fazer restrições alimentares, você apenas optasse por comer coisas mais naturais e fazer refeições mais coloridas?
E se você prestasse bastante atenção nos sinais do seu corpo e comesse até a saciedade? Nem pouco, nem muito, apenas o que seu corpo te pediu…
E se, ao invés de fazer um treino que você não gosta apenas para estar dentro dos padrões, você fizesse algo que sempre amou mas que deixou de lado porque aquilo não deixa o quadríceps definido?

Quem você era antes do mundo te dizer quem você deveria ser?

Você pode melhorar a sua relação com seu corpo. Apesar de difícil, não é impossível. Mas só tem uma única maneira:

Através do AMOR que você sente por ele, e não pelo ódio.

Restrições, punições, culpa… Ninguém precisa conviver com isso para o resto da vida. Liberte-se! 


Low Carb, Receitas

Frango ao Creme

abril 24, 2017


Receitinha deliciosa e super fácil:
2 filés de frango cortados em cubinhos
Temperos a gosto, sugiro: sal, alho ralado, pimenta do reino e alecrim
3 colheres de requeijão cremoso
3 colheres de nata (pode ser creme de leite)
Modo de fazer:
Tempere o frango, misture com o requeijão e a nata, e asse até o líquido do frango secar.
Delicie-se!! 

(Coloquei a receita de modo rápido pelo celular mas já já edito o post com mais detalhes)


Reflexões

Eu desisti

março 22, 2017

Aquela garotinha insegura que apertava pontos da barriga pra ver se ela diminuía, que sofreu humilhações por ser gordinha e feia, que nunca soube o que era se amar, e que não conheceu outra vida a não ser a de tentar agradar os outros para ser aceita, está ficando pra trás.

Com o carinho que ela merece ser tratada, estou colocando-a no lugar onde ela deve estar. Porque ela não tem mais o poder que tinha sobre mim. Ela não falará mais em meu ouvido que só serei feliz quando estiver extremamente magra.
Ela nunca mais vai me dizer que só consegue ser feliz aquela mulher que exibe na praia um corpo totalmente definido. Ela não tem culpa, a fizeram pensar assim.

Uma vida acreditando que a felicidade dependia diretamente do meu peso, do meu corpo, da minha aparência. Que eu só seria alguém na vida se eu estivesse magra.

Tive inúmeras crises nesses últimos meses e não estava entendendo o motivo. Chorei muito e hoje vejo que tudo isso nada mais foi do que uma libertação. Sofri, mas saí do casulo.
O ego não me domina mais.
Matei de uma vez por todas esse fantasma que me acompanhava desde quando eu era criança. A obsessão pelo emagrecimento não faz mais parte de mim.

Durante toda a minha vida nunca consegui acreditar que uma pessoa acima do peso pudesse se amar.
Hoje eu acredito.
E acredito também que só quando a gente se ama de verdade é que conseguimos parar de maltratar nosso corpo como eu vinha fazendo. Ora com uma dieta onde eu deixava de comer inúmeras coisas que adorava, ora comendo compulsivamente.

Meu corpo está dentro do peso considerado normal e mesmo assim eu estava me odiando. Pensava que as pessoas estavam me achando “gordinha”, não ficava satisfeita com nenhuma foto, meu marido me achando maravilhosa e eu desejando os corpos sarados da internet.

Eu desisti.
Orgulhosamente falo: EU DESISTI!
A guerra acabou.
Ironicamente me sinto VITORIOSA!

E, antes que eu me esqueça: Quando se dirigir à uma criança, tenha sempre palavras afetuosas e que elevem a sua auto estima. Não fale nada negativo a respeito da aparência, nem de brincadeira. Você pode deixar marcas profundas na vida de alguém, escolha marcar para o bem! #bodypositive


Low Carb, Receitas

Peixe Pizza

março 20, 2017

Super famoso aqui no meu estado, o Peixe Pizza tem um sabor INCOMPARÁVEL! 

Peixe Pizza
Avalie a receita
Imprimir
Ingredientes
  1. 1 peixe aberto, usamos o Pacu (pacu grande ou pacu pequeno você que manda 🤷‍♀️🤣 #mds #essapiadadopacu #épiorqueadopavê
  2. Sal e limão à gosto
A misturinha que vai por cima
  1. 1 cebola pequena picadinha
  2. 1 tomate picado
  3. 6 ovos de codorna
  4. 6 azeitonas
  5. 6 champignons
  6. Orégano a gosto
  7. Duas colheres de sopa de requeijão cremoso
  8. Quatro colheres de maionese (sim, maionese, aquelas de mercado, eu uso lá de vez em quando, não tô dizendo que é saudável, e nem mandando ninguém usar. Não me incomodem 😂)
Preparo
  1. Tempere o peixe com sal e limão e deixe na geladeira por um meio dia pelo menos
  2. Misture bem, coloque por cima do peixe e asse bem até dourar
  3. Não é preciso fechar o papel alumínio
ByPaulinha.com http://bypaulinha.com/

Crepioca, Receitas

Massa verde para lasanha ou panqueca

março 16, 2017

Gente, olha que coisa mais linda!! Inspiradas na minha amada crepioca!!

Massa verde para panqueca ou lasanha
Essa massa fica maravilhosa! Se você preferir, pode deixar o espinafre de fora e fazer ela branquinha mesmo!
Avalie a receita
Imprimir
Ingredientes
  1. 3 ovos
  2. 1/2 xícara de água
  3. 1 xícara cheia de folhas de espinafre (pode substituir por couve)
  4. 4 colheres de goma de tapioca
  5. 1 colher de chá de sal
Preparo
  1. Bata tudo no liquidificador e prepare em frigideira antiaderente. O segredo é paciência. Ela desgruda, pode ficar tranquila!
  2. Aí é só usar a imaginação para rechear!
ByPaulinha.com http://bypaulinha.com/