Maternidade

Bolsas de Maternidade

May 17, 2016

Está em dúvida sobre qual bolsa comprar para carregar as coisinhas do bebê? Então vem conhecer a Master Bag Baby!

bolsa

Sempre falei que eu queria uma bolsa de maternidade sem cara de bolsa de maternidade, rs. Gosto de coisas mais discretas, que não poluem o look e que, ao mesmo tempo, sejam modernas. Ah, e é imprescindível que caiba o mundo dentro! 

IMG_8961

Depois que espalhei as coisas na mesa para fotografar, até eu me espantei com tudo que carrego quando saio de casa!

  • Fraldas
  • Pomada para assadura
  • Trocador com fralda grande
  • 4 panos de boca
  • Babador
  • Uma muda de roupa
  • Algodão
  • Pomada
  • Sugador nasal
  • 3 mamadeiras
  • Potinho com leite
  • Carteira
  • Necessaire com alguns itens de maquiagem
  • 2 chupetas

É mole?

IMG_8963

Deixei aberta para que vocês pudessem ver, mas ela fecha! rs

Tenho também uma menorzinha para saídas mais rápidas e a amarela que é uma paixão! Todas são impermeáveis e vêm com trocador. 

IMG_8958

E onde eu chego com qualquer uma das minhas bolsas, escuto: Nossa que bolsa linda! E fico fazendo propaganda, abrindo, mostrando tudo o que cabe nela kkkk #quandoeugostoeugosto

IMG_9437

Além de ser uma bolsa super linda e útil, a qualidade é incrível. Nem vou me preocupar com isso quando vier o próximo baby. Vou usar as mesminhas!

Se você quiser ver outros modelos e cores (a cereja é uma perdição) , é só clicar aqui: Onde encontrar

Ah! E tá rolando uma super promoção no Instagram da Master Bag Baby! A ganhadora vai levar pra casa um conjunto completo (e lindo) de mala, bolsa e frasqueira! Clique aqui e saiba mais: Concurso Master Bag Baby!

Não deixem de participar!  

Beijos amores!


Low Carb, Receitas, Salgadas

Frango By Paulinha

May 12, 2016

Sabe aquele prato tão delicioso e suculento que quando a gente come parece estar ganhando um abraço? É esse!
E o melhor: Super leve!
 

Frango By Paulinha
Avalie a receita
Imprimir
Ingredientes
  1. 2 filés de frango cortado em filés mais finos ou cubinhos
  2. 1 cebola pequena em cubinhos
  3. 1/2 alho poró pequeno picadinho (pode ser alho normal)
  4. 1 tomate maduro picadinho
  5. azeite a gosto
  6. 1 abobrinha pequena ralada (ralei no ralador de fazer spaghetti de legumes, ele fica mais comprido)
  7. 4 colheres de sopa de palmito picadinho
  8. 1/2 garrafinha de leite de coco
  9. sal e pimenta do reino a gosto
Preparo
  1. Tempere e frite os filés em azeite numa frigideira anti aderente
  2. Adicione a cebola e o alho poró e deixe dourar
  3. Acrescente o tomate
  4. Logo depois, a abobrinha
  5. Deixe refogar bem até ficar macia e acrescente o leite de coco e o palmito
  6. Ferva até o caldo encorpar
Notes
  1. Se em algum momento da preparação o fundo da panela começar a dourar demais, acrescente água aos pouquinhos
ByPaulinha.com http://bypaulinha.com/
Faz e depois me conta 🙂

 


Maternidade

PTC – Mais uma etapa vencida

May 11, 2016

Oi gente!
Estava ansiosa pelo momento em que eu poderia falar pra vocês que a cirurgia da minha pequena foi um sucesso e como tudo aconteceu.

Primeiro vou contar sobre a infeliz coincidência do procedimento cair bem na data em que o Caio tinha uma viagem marcada. Uma pescaria no pantanal que ele havia comprado antes de eu engravidar. Não deixei que ele cancelasse a ida por diversos fatores. Só eu sei o quanto ele rala e merece uns dias de descanso, fui a pessoa que mais o incentivou a ir mesmo sabendo o quanto faria falta aqui. Não gostaria que ninguém o julgasse sem saber tudo o que se passou conosco por esses dias. Nada pra ele é mais importante que a Maísa! E, além de tudo, ele ainda estaria em Cuiabá no momento da cirurgia. QUALQUER intercorrência ele voltaria correndo. Enfim… Ele foi com o coração apertado, não tenham dúvida, mas não havia gravidade alguma para que desistisse.

Bom, talvez vocês não saibam mas o Caio sempre tomou a frente de tudo, é ele que segura as pontas, que faz o trabalho pesado, eu só fico ali auxiliando rs. É o tipo de pai que me liga no meio da tarde pra saber se a Maísa fez cocô, e sim, de vez em quando até me irrita tanta participação. Quando vi que a cirurgia dela seria marcada para a segunda-feira que ele não estaria aqui, fui obrigada a perguntar pra Deus se Ele estava me testando, porque né? Poxa vida, quando Caio planejou essa pescaria a Maísa nem estava na minha barriga! Falei Deus, vem aqui vamos conversar. Por quê o Senhor tá fazendo isso comigo? Claro que Ele não me deixaria sem resposta.

A cirurgia

No domingo demos uma canseira na pirulita. Fomos para a casa da minha tia, passou de colo em colo e todo mundo brincou com ela. Foi bom até pra mim porque fiquei com a família o dia todo e distraí minha cabeça. Às 21 h eu e a mãe fomos pra casa, tomamos banho, arrumamos tudo para o dia seguinte, e só depois fomos tirar o gesso. Maísa estava tão cansada que depois do banho pegou no sono sem nem embalarmos. Dei o último mamá a meia noite e rezei.
Minha boneca dormiu a noite inteirinha, não chorou de fome, com a graça de Deus. Fomos às seis da manhã para o hospital e ficamos esperando uma hora e meia para começar a cirurgia.

maisasoro
Entreguei ela dormido nas mãos da enfermeira. Meu coração foi junto! Meu Deus, quanta angústia!
Ela voltou chorando bastante, era fome. Mas eu ainda não podia dar o mamá. Tivemos que esperar mais uma hora.

Saí com ela pelo hospital para distraí-la e deu certo. Até que cheguei numa parede cheia de fotos e ela ficou olhando fixamente as imagens coloridas. Pensei: OPA, televisão! Eu já estava cansada de andar com ela pra cima e pra baixo e voltei para o quarto. Ela amou a TV! Ficou assistindo desenho até a hora de poder mamar e deu vários sorrisos para as vovós enquanto esperava. Daí em diante tudo correu na maior tranquilidade possível. Ela dormiu bastante por causa da anestesia.

Depois que todos foram embora e o horário de visitas acabou, ficamos sozinhas. Deitei ao lado dela e nunca senti a Maísa tão minha. De madrugada eu lembrei que na hora de colocarem o soro nela, saí de perto pra não ver. De repente uma força brotou dentro de mim me fazendo voltar imediatamente. Segurei o braço da minha filha e, engolindo o choro, disse: MEU AMOR, A MAMÃE TÁ AQUI! Nesse momento eu entendi perfeitamente o recado de Deus pra mim. Não era um teste. Ele já me conhece e queria me mostrar o quanto eu não me conhecia. O quanto eu era capaz e não sabia. Queria me mostrar a força que eu possuía!

maisaeeu

Maísa recebeu alta no outro dia pela manhã e eu planejei ficar na casa da minha mãe até o Caio voltar (domingo). Mas apesar de todo dengo e cuidados, mudei de ideia. Eu precisava da minha casa, da minha rotina, das minhas coisinhas no lugar. Precisava cuidar da minha filha sozinha. Estamos nos dando super bem por aqui! 

E como eu estou? Não estou. Desde que a Maísa nasceu concentrei minhas energias nela. Meu psicológico não é de ferro e muitas vezes me peguei engolindo o choro pra não ter que ficar dando explicações. Acabei descontando meu nervosismo e angústia na comida, e engordei. E por mais que eu tenha me esforçado e tentado, não consegui fazer dieta. E mais uma vez, como mãe e serumana, me dou o direito de me deixar de lado. Me dou o direito de encontrar conforto e prazer comendo. 

Vocês acham que é fácil pra mim admitir isso? Eu tenho um blog de receitas saudáveis e uma história incrível de emagrecimento e superação. As pessoas me olham como se eu não pudesse engordar. Como se isso pra mim fosse um absurdo. Claro, se alguém seca é sofrimento. Se alguém engorda é por safadeza e não porque está passando por momentos difíceis. 

Toda tempestade passa e essa vai passar, eu sei que vai! Eu sei também que eu vou encontrar a molinha lá no fundo do poço da autoestima, me reerguer e voltar a cuidar de mim. Essa batalha eu vou vencer (de novo). Mas uma batalha de cada vez, porque senão minha cabeça vai entrar em colapso. Agora é a vez de cuidar de Maísa!


Maternidade

PTC – Cirurgia

May 4, 2016

Oi meus amores!
Estou escrevendo para contar sobre a evolução no tratamento da Maísa.

Na última troca de gesso o Doutor Ricardo me disse que o pezinho dela já estava no lugar. Pediu exames e, se estivessem todos ok, poderíamos marcar a tenotomia (cirurgia de rompimento do tendão de aquiles). No post passado dei mais detalhes sobre a cirurgia se vocês quiserem ler.

Segunda-feira ela fez exames de sangue (e pra minha surpresa, não chorou), raio x e avaliação cardiológica. Tudo bem certinho, graças a Deus!
A avaliação com o anestesista foi hoje às 11 h e ele também liberou a Maísa para operar. Falou que adoraria me dizer que não existe risco nenhum, mas não podia. Nesse momento meus olhos se encheram de água e ele disse que me entendia, afinal já teve que anestesiar a própria filha de três anos, e sabia o que eu estava sentindo. Mas reafirmou que o risco é o mesmo para qualquer pessoa saudável, independente de ser bebê, adulto ou criança.

Bom, a cirurgia ficou marcada para a próxima segunda-feira, 09/05, às 7 h da manhã. A última mamada terá que ser a meia noite. Antes de irmos para o hospital, vamos ter que tirar o gessinho como de costume. A noite vai ser longa… Aliás, daqui até segunda-feira eu nem sei como vai ficar minha cabeça. Parece que tem alguém apertando meu coração com as duas mãos, não consigo não chorar.

Eu sei que ela precisa passar por isso para conseguir caminhar normalmente, eu sempre soube que a cirurgia fazia parte do tratamento. Desejo que esse momento chegue logo para que ela possa enfim, se livrar do gesso. Mas meu coração de mãe está em pedaços. O mundo inteiro pode me dizer para que eu confie que tudo dará certo, e eu confio, mas só vou conseguir respirar novamente quando ela acordar da anestesia e eu ver que está tudo bem.
Sou mãe e quem é mãe pode imaginar o que estou sentindo… Mas Deus vai proteger a minha princesa e tudo ficará bem!

Eu queria pedir que vocês colocassem a Maísa nas orações de vocês. Sei que essas titias lindas já estão nos enviando energia positiva desde a gravidez, e isso tem sido muito importante pra mim. Ler vocês me traz um conforto sem tamanho! Agradeço muito e agradecerei sempre por essa força que vocês estão me dando!
Um beijo!


Low Carb, Receitas

Bolinhas de Carne Recheadas

May 3, 2016

Bolinhas de Carne Recheadas
Porque uma simples carne moída pode virar um prato sensacional!
Avalie a receita
Imprimir
Ingredientes
  1. 700 g de carne moída (uso patinho)
  2. 1 cebola ralada
  3. 2 dentes de alho ralados
  4. Temperos à gosto. Usei uma colher de café de: cominho, tempero baiano e um pouco mais de sal e ficou impecável
  5. Opcional: Alguma farinha saudável para enriquecer a receita. Usei três colheres de farinha de grão de bico. Pode ser de linhaça, chia, qualquer uma.
  6. Queijo de sua preferência para rechear (usei meia cura)
Preparo
  1. Misture bem a carne, os temperos e a farinha saudável
  2. Recheie bolinhas e disponha sobre uma assadeira ou na cesta da airfryer
  3. Asse por aproximadamente 25 minutos, depende do forno.almondega recheada
Notes
  1. Você pode congelar as bolinhas e assar quando for consumir.
  2. Coloque no freezer separadamente, depois que estiverem congeladas pode guardar em saquinhos.
ByPaulinha.com http://bypaulinha.com/
 
Faz e me conta o que achou? Beijos!


Maternidade

Vacinas dos dois meses

May 2, 2016

Você que é mãe (ou pai) sabe bem o quanto é difícil quando chega o dia da vacina!

Na semana passada levei a Maísa para fazer as vacinas dos dois meses e quase morri de dor no coração. “Levei” né? Porque minha mãe foi quem entrou com ela na sala para vacinar.

Você pode até me dizer que nesse momento é importante que a mãe esteja junto com o bebê, passando segurança e dizendo “a mamãe está aqui”, e eu vou concordar contigo se você for uma mãe que consegue fazer isso. Mas eu não sou! Sempre morri de medo de injeção, choro só de PENSAR na agulha entrando naquela perninha tão pequena. Resolvi assumir o lado menas e dizer que, pra mim, não adianta segurar a Maísa estando aos prantos, passando insegurança e nervosismo ao invés de acalentar. Simplesmente não consigo! E enquanto eu puder contar com o Caio ou com minha mãe para isso, vou contar. Penso que no mundo materno o certo é o que cada mãe acha melhor para si e para o seu bebê, concorda? #entãotocaaqui

Entramos na sala de vacinação e quando ouvi chamarem o nome da Maísa, saí correndo. Fiquei esperando – e chorando – do lado de fora. Quando minha mãe saiu, ela já havia parado de chorar. Duas vacinas estavam em falta, a que previne o rotavírus e a pneumocócica. Vamos fazer essas no dia 10 (se chegarem no posto) #esseémeupaís 

Reações

Se tem uma coisa que dá mais dó do que as picadas, são as reações. Mas não devemos medicar a criança antes de vacinar. Eu tinha conhecimento disso e o pediatra da Maísa confirmou na última consulta. A medicação pode interferir na eficácia da vacina e também é importante que o corpo produza a defesa sozinho. SE os sintomas aparecerem, aí sim, entramos com o medicamento. Foi o que fiz!

Fui pra casa e fiquei observando a pequena. Ela dormiu um bom de um sono e quando acordou começou a chorar de dor. Não dava pra encostar na perna, tadinha. Logo depois a febre apareceu. A pentavalente é a que dá essa reação forte!

Mediquei e fiquei fazendo compressa fria na testinha e no local da vacina. E claro, sempre monitorando a temperatura. O choro dela destruiu meu coração! Ela chorava e “dizia” ai, ai.. Meu Deus, que dó! Ela ficou ruinzinha por umas 20 horas.

vacina

Quando postei sobre isso nas redes sociais, muitas seguidoras me disseram para dar a segunda dose da penta na clínica particular. Disseram-me que na particular essa vacina não contem vírus vivo, o que causa menos reações no bebê (ou não causa). Gostaria que as mamães me falassem também sobre a rotavírus e a pneumocócica. Porque se elas derem tanta reação como a penta, vou dar na clínica particular. Antes de ser mãe eu dizia que iria dar todas no posto, mas depois de ver minha pequena com tanta dor, retiro o que eu disse. Se eu tiver condições de evitar esse sofrimento, vou evitar.

Vacinar é um ato de amor!

Apesar de ser difícil vê-los assim, não podemos em hipótese alguma deixar de vaciná-los. Dói agora mas evita doenças graves lá na frente. 

Se puder, me conte como foi a sua experiência com as vacinas do segundo mês.

Depois eu edito o post e conto pra vocês como foram as outras vacinas tá? Um beijo!